ACRYLICS

Esta série de pinturas, iniciada em 2009, partiu da
observação introspectiva de espaços vazios que,
de alguma forma, chamavam a minha atenção.
Algumas referências são reais - captadas
presencialmente por meio de fotografias ou
retiradas de banco de imagens da Internet -
outras, são imaginárias.
O processo tem início por meio de uma leitura, a
qual elimino a maior parte dos detalhes,
priorizando as linhas arquitetônicas.
Em seguida, reconstruo a imagem utilizando
campos de cor que tragam uma harmonia visual,
através de uma paleta limitada.
Os grafismos inseridos ao espaço, podem sugerir
um rastro da presença humana - se vistos de uma
forma "figurativa" - ou podem reforçar a ideia da
abstração - se o trabalho for visto como uma
construção de blocos de cor no espaço pictórico,
onde o geométrico e o gestual convivem juntos.